O Grupo

write my essay

O Teatro NU surgiu primeiro como um blog, discutindo cultura e sociedade, em 2006. Logo em seguida, o grupo montou seu primeiro espetáculo, Os amantes II. Sua segunda montagem, Os javalis, além de temporadas em Salvador, encerrou o Festival do Teatro Brasileiro em Fortaleza e circulou pelo interior da Bahia. O grupo inovou com o projeto Teatro NU Cinema, levando peças curtas para abrir sessões de filmes na Sala de Arte da UFBA, em duas edições. A primeira, com peças curtas de Tchekhov, que depois abriram por seis meses o projeto Domingo no TCA para milhares de pessoas, além de duas temporadas em teatros da cidade, juntando duas peças do autor russo num ChiefEssays.Net único espetáculo. A segunda edição foi dedicada à dramaturgia baiana contemporânea.

Comemorando seus cinco anos, o grupo estreou Sargento Getúlio em 2011, escolhido melhor espetáculo e melhor ator do ano pelo Prêmio Braskem de Teatro, e que vem rodando o país por diversos festivais, além de ter participado do Palco Giratório, projeto do SESC que levou a peça a mais de 40 cidades.

2014 foi um ano produtivo, pois o Teatro NU realizou dois espetáculos. Quarteto, peça de Heiner Müller, foi vencedor em cinco categorias nacionais no Anual Prêmio Cenym, e, além de duas temporadas em Salvador, já esteve em três festivais internacionais, o Porto Alegre em Cena, o Filte-BA e o Cena Contemporânea, de Brasília. Já no final de 2014, o grupo montou seu primeiro musical de bolso, Caymmi: do rádio para o mundo, espetáculo que comemorou o centenário de Dorival Caymmi. Além dos espetáculos, o grupo realizou o ciclo Memórias do Teatro na Bahia, entrevistando os primeiros profissionais formados na UFBA, e o Diálogos sobre dramaturgia contemporânea, trazendo dramaturgos da Espanha e Chile para ler e debater suas peças em evento realizado no Teatro Martim Gonçalves. O site do grupo, o www.teatronu.com, além de ter informações e notícias sobre o grupo, tem uma página dedicada à dramaturgia baiana, com pequena biografia e peças de autores baianos, bem como uma página, Cultura e Cidade, com colunistas que debatem questões que vão do urbanismo às políticas culturais.

Estreamos nossa fantasia sobre o polêmico Marquês de SADE em 2015, sucesso de público que movimentou rhetorical analysis paper example a cidade naquele ano. Resultado do mestrado de Gil Vicente Tavares e premiado em 2010 pelo Prêmio Fapex de Teatro, o espetáculo fez parte da programação do Filte-BA e ganhou o Prêmio Braskem na categoria melhor texto.

Em 2016, comemorando seus dez anos, o Teatro NU viajou pelo interior com seus espetáculos Os javalis e Os males do casamento – junção de duas peças de Tchekhov montadas anteriormente – voltando, em seguida, em cartaz na cidade, e encheu o Teatro Castro Alves a convite do projeto Domingo do TCA, com seu musical Caymmi: do rádio para o mundo.

Começamos 2017 com o pé direito, estreando outro musical, agora um solo especialmente criado para comemorar os 30 anos de carreira de Marcelo Prado. Os pássaros de Copacabana, a partir das canções de Ary Barroso, conta a história de uma travesti, às vésperas do Golpe de 1964, tentando fazer um espetáculo em homenagem ao compositor, por encomenda de seu amante militar.

Projetos Especiais

Quem Somos

Cultura e Cidade

A Cidade do Futuro, o filme

Márcio C. Campos 24/04/2018

Várias cidades do futuro foram erguidas no mundo desde que a sensibilidade moderna se estabeleceu: da italiana e renascentista Palmanova, com sua complexa combinação matemática originando uma...

Odoyá, receba o nosso lixo!

Cláudio Marques 08/02/2018

  Por décadas, eu frequentei a festa dedicada à Iemanjá no Rio Vermelho. Desde 1986, acho, de forma ininterrupta. Eu sou diurno e sempre cheguei cedo, por volta das cinco horas da manhã. Sol...

Assine nossa newsletter