Notícias

Musical com canções de Ary Barroso chega a Fortaleza!

por Carlos Barral

O Teatro NU está de volta a Fortaleza! Mais uma vez, a capital cearense é responsável pela primeira viagem de um espetáculo nosso, abrindo os caminhos pra gente.

Em 2009, Os javalis, nosso primeiro espetáculo a viajar, foi justamente para duas apresentações no Dragão do Mar, pelo Festival do Teatro Brasileiro, Cena Baiana.

Dois anos depois, na sequência da primeira temporada de Sargento Getúlio, fomos direto ao Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza, iniciando as viagens desse espetáculo que acabaria por rodar quase o país todo por festivais, culminando com o Palco Giratório, em 2014, quando voltamos à capital cearense para apresentação no Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno.

Novamente, com Os pássaros de Copacabana, inauguramos nosso desejo de circular pelo país com esse convite da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará que tanto nos honrou, pegando-nos de surpresa, e com o grande desafio de apresentar nosso espetáculo no Cineteatro São Luiz, um grande e belo teatro reformado recentemente.

Nosso musical, com o elogiadíssimo desempenho de Marcelo Praddo e o acompanhamento ao vivo do multi-instrumentista Elinaldo Nascimento, passeia por 17 canções de Ary Barroso, e conta a história de uma travesti, no conturbado ano de 1964, que mistura suas histórias com os acontecimentos do país, enquanto ensaia um espetáculo em homenagem a Ary, recém falecido, por encomenda de seu amante; um militar.

O espetáculo é mais uma realização da Maré Produções, com produção de Fernanda Bezerra, que comemora 10 anos à frente do Teatro NU. O texto de Gil Vicente Tavares destaca-se pela forma como mistura canção e fala, questões sentimentais e políticas, humor e emoção. Sobre o texto, o renomado diretor Gabriel Villela disse: “Desconcertante. Abusado. O melhor texto que li nos últimos tempos”. Cacá Carvalho, um dos maiores atores do país, disse, sobre o espetáculo: “um musical de uma competência comovente, da maior qualidade. É imperdível. Um espetáculo para se sair de lá encantado”.

Serviço:

Cineteatro São Luiz

Sábado às 19h

Ingressos: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia entrada)

Ficha Técnica:

Texto, Direção e Concepção geral: Gil Vicente Tavares

Com: Marcelo Praddo

Direção de movimento: Bárbara Barbará

Coordenação de Produção: Fernanda Bezerra

Produtores: Catriel Chamusca e Jordana Feitosa

Cenário e figurino: Euro Pires

Costureiras: Guida Maria e Leticia Santos.

Cenotécnico: Filipe Cipriani.

Maquiagem: Anna Oliveira.

Direção Musical: Jarbas Bittencourt

Músico: Elinaldo Nascimento.

Iluminação: Eduardo Tudella.

Operação de luz: Mariana Passos.

Foto: Fábio Abu.

Assessoria de imprensa: Mônica Santana

Programação Visual: Lado B Propaganda.

Produção Audiovisual: Olho de Vidro Produções

Página Inicial

Cultura e Cidade

Sobre Platão e Jorge Luis Borges

Gil Vicente Tavares 29/09/2017

Pouca gente sabe, mas o Shazam da música que meu pai fez com Antonio Carlos & Jocafi, com o qual aprendeu-se a sorrir, era o cão de meus pais. Platão, meu cão, sorriu por cerca de 15 anos ao...

Tragédia anunciada

Cláudio Marques 23/11/2017

  “Baronesa”, de Juliana Antunes, é um filme difícil. Ele nos leva para o meio da guerra, na periferia. Uma guerra que, via de regra, toma-se notícia de forma fria, através de veículos...

O Brasil no escuro (II)

Ordep Serra 18/08/2016

Em artigo anterior eu falei que é preciso ser muito burro para acreditar na lenga- lenga de nossos governantes: acreditar que se dinamiza a economia cortando no orçamento verbas destinadas a...

chico science 50

James Martins 11/03/2016

[isso não passa de um post de facebook. mas como já sei que gil vicente ia reclamar, decidi postar aqui. dada a desimportância do texto, peço de antemão, perdão]: participei da transmissão do...

Assine nossa newsletter