Notícias

Musical “Os Pássaros de Copacabana” faz suas últimas apresentações!

Nosso novo espetáculo, o musical Os pássaros de Copacabana, encerra sua primeira temporada dia 14 de maio, no Teatro Molière da Aliança Francesa, na Ladeira da Barra, sempre aos sábados e domingos, às 20h. Em pouco mais de um mês, a peça já atingiu quase 1.500 pessoas e segue em apenas mais seis apresentações.

Uma travesti prepara um musical com canções de Ary Barroso, em meio aos conturbados meses de fevereiro e março de 1964. De forma divertida e emocionante, a personagem mistura suas lembranças aos acontecimentos do país, sua relação com a primeira namorada, as questões com sua mãe, o convívio tumultuado com seu amante militar, traduzindo seus momentos em interpretações ao vivo das canções de Ary.

O espetáculo vem colhendo textos emocionados e elogiosos nas redes sociais, e ainda não tem previsão de retorno. Com patrocínio da Vivo através do Fazcultura, esse musical é mais uma parceria da Maré Produções com o Teatro NU, e comemora os 30 anos de teatro de Marcelo Praddo, que vem colhendo elogios por sua interpretação, chamando a atenção de todos, também, por seu canto e sua movimentação, trabalhada cuidadosamente pela coreógrafa Bárbara Barbará.

O musical tem sido bastante comentado também em todos seus elementos, desde o texto à encenação e concepção geral de Gil Vicente Tavares, da trilha de Jarbas Bittencourt à execução ao vivo de Elinaldo Nascimento, dos figurinos de Euro Pires e maquiagem de Anna Oliveira à iluminação de Eduardo Tudella. É bom lembrar que nosso musical marca também os 10 anos de Fernanda Bezerra como produtora do grupo.

Vai perder?

Página Inicial

Cultura e Cidade

Amor capaz de desestabilizar um país

Cláudio Marques 10/11/2017

Clara e Manuela são amigas de infância. Filhas de exiladas políticas, elas só retornam ao Brasil em 1984. Depois, as duas estudaram no mesmo colégio, no Rio de Janeiro. Já adultas, Clara passa a...

Sobre Platão e Jorge Luis Borges

Gil Vicente Tavares 29/09/2017

Pouca gente sabe, mas o Shazam da música que meu pai fez com Antonio Carlos & Jocafi, com o qual aprendeu-se a sorrir, era o cão de meus pais. Platão, meu cão, sorriu por cerca de 15 anos ao...

O Brasil no escuro (II)

Ordep Serra 18/08/2016

Em artigo anterior eu falei que é preciso ser muito burro para acreditar na lenga- lenga de nossos governantes: acreditar que se dinamiza a economia cortando no orçamento verbas destinadas a...

chico science 50

James Martins 11/03/2016

[isso não passa de um post de facebook. mas como já sei que gil vicente ia reclamar, decidi postar aqui. dada a desimportância do texto, peço de antemão, perdão]: participei da transmissão do...

Assine nossa newsletter