Espetáculos

Os javalis

Os javalis é a segunda montagem do Teatro NU. Inspirado livremente na peça O rinoceronte, de Eugene Ionesco, o texto teve um percurso parecido com Os amantes II, sendo lido duas vezes em Salvador, além de Braga e Coimbra, em Portugal, além de ter tido uma leitura encenada em Roma, Itália, em 2006, juntamente com a primeira peça.

Após todo esse trajeto, o Teatro NU resolve investir em sua segunda montagem, e convida Marcelo Praddo para dividir o palco com Carlos Betão, repetindo a parceria com o artista plástico Gaio Matos, que também concebeu o cartaz da primeira peça do grupo. Contemplado com o prêmio Manoel Lopes Pontes, do Governo do Estado da Bahia, a peça estreou em abril de 2008, na Sala do Coro do TCA.

Curiosamente, o autor da peça montou este texto dez anos após tê-lo escrito, e depois de vários testes em três países diferentes. Aprofundando um trabalho de pesquisa entre texto, encenação e atuação, essa montagem reforçou a estética do grupo, consolidando as idéias e uma estética minimalista, pondo a cena a nu.

O espetáculo ainda circulou pelo interior da Bahia, sendo encenado com plateias cheias em Itabuna, Camacã e Camaçari, além de ter encerrado o Festival de Teatro Brasileiro, Cena Baiana em Fortaleza, com duas apresentações lotadas no teatro Dragão do Mar.

Em 2012, o espetáculo fez duas temporadas em Salvador, novamente, no Teatro Molière da Aliança Francesa.

Prêmios e seleções:

Prêmio Manoel Lopes Pontes (2008) – apoio à montagem de espetáculos de teatro
Prêmio Jurema Penna (2009) – Apoio à circulação de espetáculos de teatro
Festival do Teatro Brasileiro – Cena baiana – Etapa Ceará (2009)
20º Porto Alegre em Cena (2013; o espetáculo foi selecionado, mas não viajou por problemas de produção)

Ficha Técnica

Texto e direção: Gil Vicente Tavares
Assistência de direção: José Jackson
Elenco: Carlos Betão e Marcelo Praddo
Cenário e figurino: Euro Pires
Iluminação: Eduardo Tudella
Trilha e efeitos sonoros: Luciano Bahia
Cenotécnicos: Nahuel Di Renzo e Adriano Passos
Operador de luz: Bruno Berzot
Contra-regra: Anderson Alan
Imagem do javali: Gaio
Programação visual: Ana Paula Vasconcelos
Fotos: Jônathas Araujo
Assessoria de imprensa: Jussilene Santana
Produção: As Três Produções e Fernanda Bezerra

Voltar

Cultura e Cidade

A Cidade do Futuro, o filme

Márcio C. Campos 24/04/2018

Várias cidades do futuro foram erguidas no mundo desde que a sensibilidade moderna se estabeleceu: da italiana e renascentista Palmanova, com sua complexa combinação matemática originando uma...

Odoyá, receba o nosso lixo!

Cláudio Marques 08/02/2018

  Por décadas, eu frequentei a festa dedicada à Iemanjá no Rio Vermelho. Desde 1986, acho, de forma ininterrupta. Eu sou diurno e sempre cheguei cedo, por volta das cinco horas da manhã. Sol...

Assine nossa newsletter