Notícias

“Os pássaros de Copacabana” encerra o Filte com única apresentação!

Depois da participação de Gil Vicente Tavares, num encontro sobre dramaturgia que contou com a presença de Santiago Serrano (ARG), Santiago Sanguinetti (URU) e Luciano Maza (BR), o Teatro NU volta a participar com um espetáculo seu no Festival Latino Americano de Teatro, o Filte.

Depois de uma temporada de sucesso no primeiro semestre, a peça volta dia 06/09 em única apresentação, tendo a honra de encerrar esse festival tão importante pra nossa cidade e para o intercâmbio de ideias e estéticas.

Os pássaros de Copacabana, com o elogiadíssimo desempenho de Marcelo Praddo e o acompanhamento ao vivo do talentoso multi-instrumentista Elinaldo Nascimento, passeia por 17 canções de Ary Barroso, e conta a história de uma travesti, no conturbado ano de 1964, que mistura suas histórias com os acontecimentos do país, enquanto ensaia um espetáculo em homenagem a Ary, recém falecido, por encomenda de seu amante; um militar.

O espetáculo é mais uma realização da Maré Produções, com produção de Fernanda Bezerra, que comemora 10 anos à frente do Teatro NU. O texto de Gil Vicente Tavares destaca-se pela forma como mistura canção e fala, questões sentimentais e políticas, humor e emoção. Sobre o texto, o renomado diretor Gabriel Villela disse: “Desconcertante. Abusado. O melhor texto que li nos últimos tempos”. Cacá Carvalho, um dos maiores atores do país, disse, sobre o espetáculo: “um musical de uma competência comovente, da maior qualidade. É imperdível. Um espetáculo para se sair de lá encantado”.

Serviço:

Teatro Molière – Aliança Francesa

dia 06/09, às 20h

Ingressos: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia entrada)

Ficha Técnica:

Texto, Direção e Concepção geral: Gil Vicente Tavares

Com: Marcelo Praddo

Direção de movimento: Bárbara Barbará

Coordenação de Produção: Fernanda Bezerra

Produtores: Catriel Chamusca e Jordana Feitosa

Cenário e figurino: Euro Pires

Costureiras: Guida Maria e Leticia Santos.

Cenotécnico: Filipe Cipriani.

Maquiagem: Anna Oliveira.

Direção Musical: Jarbas Bittencourt

Músico: Elinaldo Nascimento.

Iluminação: Eduardo Tudella.

Operação de luz: Mariana Passos.

Foto: Fábio Abu.

Assessoria de imprensa: Mônica Santana

Programação Visual: Lado B Propaganda.

Produção Audiovisual: Olho de Vidro Produções

Página Inicial

Cultura e Cidade

Sobre Platão e Jorge Luis Borges

Gil Vicente Tavares 29/09/2017

Pouca gente sabe, mas o Shazam da música que meu pai fez com Antonio Carlos & Jocafi, com o qual aprendeu-se a sorrir, era o cão de meus pais. Platão, meu cão, sorriu por cerca de 15 anos ao...

Tragédia anunciada

Cláudio Marques 23/11/2017

  “Baronesa”, de Juliana Antunes, é um filme difícil. Ele nos leva para o meio da guerra, na periferia. Uma guerra que, via de regra, toma-se notícia de forma fria, através de veículos...

O Brasil no escuro (II)

Ordep Serra 18/08/2016

Em artigo anterior eu falei que é preciso ser muito burro para acreditar na lenga- lenga de nossos governantes: acreditar que se dinamiza a economia cortando no orçamento verbas destinadas a...

chico science 50

James Martins 11/03/2016

[isso não passa de um post de facebook. mas como já sei que gil vicente ia reclamar, decidi postar aqui. dada a desimportância do texto, peço de antemão, perdão]: participei da transmissão do...

Assine nossa newsletter