Notícias

SADE recebe 8 indicações ao Prêmio Cenym!

por Adenor Gondim

Em 2014, o Teatro NU recebeu um email inesperado. Estávamos sendo avisados que nosso espetáculo Quarteto havia recebido 6 indicações ao Prêmio Cenym. Prontamente, fomos ao site indicado por eles, e vimos que estávamos concorrendo com parte considerável dos mais renomados artistas e espetáculos da cena brasileira.

Não bastasse essa honra, das 6 indicações levamos 5 prêmios, nossos primeiros prêmios em âmbito nacional que vieram a fortalecer a carreira de Quarteto e projetar nosso grupo para além de Salvador, junto às circulações e festivais que vimos fazendo.

Pois hoje, o Teatro NU recebeu novamente um email da Academia de Artes no Teatro do Brasil, informando que SADE havia sido indicado em 8 categorias! Novamente ao lado de grandes nomes e grandes espetáculos que vêm fazendo belas carreiras Brasil afora, nosso mais recente espetáculo foi indicado em algumas das principais categorias, a começar pela indicação de Melhor Espetáculo.

Além dessa indicação, nosso diretor artístico foi indicado em duas categorias, pelo seu texto e sua direção. Carlos Betão, que deu vida de forma tão potente ao polêmico marquês, foi indicado como melhor ator, assim como todos atores e atrizes, indicados na categoria melhor elenco.

Mais uma vez, o Teatro NU foi indicado na categoria Melhor Grupo, pela qual fomos agraciados com o prêmio em 2014, assim como Guto Chaves, que, vencedor na categoria Melhor Cartaz e Fotografia de Publicidade, volta a ser indicado por seu trabalho em SADE, em parceria com Saulo Kainuma. Para completar, o belo trabalho de Rino Carvalho pelo figurino de SADE foi reconhecido ao receber nossa oitava indicação.

Estamos muito felizes em representar a Bahia, mais uma vez, numa premiação nacional. Só estar entre tantos talentos e trabalhos reconhecidos já é pra nós um grande prêmio em reconhecimento ao nosso trabalho, e só temos a comemorar essa notícia com vocês!

Página Inicial

Cultura e Cidade

Odoyá, receba o nosso lixo!

Cláudio Marques 08/02/2018

  Por décadas, eu frequentei a festa dedicada à Iemanjá no Rio Vermelho. Desde 1986, acho, de forma ininterrupta. Eu sou diurno e sempre cheguei cedo, por volta das cinco horas da manhã. Sol...

Meu tio Louzeiro

Gil Vicente Tavares 30/12/2017

Recentemente, a obra de José Louzeiro voltou à minha cabeceira. Dirigindo “Roberto Zucco” como formatura de alunos da Escola de Teatro da UFBA, revisitei “Lúcio Flávio, passageiro da...

O Brasil no escuro (II)

Ordep Serra 18/08/2016

Em artigo anterior eu falei que é preciso ser muito burro para acreditar na lenga- lenga de nossos governantes: acreditar que se dinamiza a economia cortando no orçamento verbas destinadas a...

chico science 50

James Martins 11/03/2016

[isso não passa de um post de facebook. mas como já sei que gil vicente ia reclamar, decidi postar aqui. dada a desimportância do texto, peço de antemão, perdão]: participei da transmissão do...

Assine nossa newsletter