Espetáculos

SADE

A peça Sade foi resultado do mestrado de Gil Vicente Tavares, e, posteriormente, foi agraciada com o Prêmio Fapex de Teatro, tendo sido publicada pela EDUFBA. Contemplado no edital da Fundação Cultural do Estado da Bahia, o projeto trouxe, ao grupo, a possibilidade de trazer novos atores para trocarem experiências com nosso núcleo de criação, além de reforçar a parceria com artistas parceiros do Teatro NU.

O Marquês de Sade viveu muito e intensamente, seus 74 anos, entre 1740 e 1814. Foi do Antigo Regime até a volta de Luís XVI, da mesma família real que havia sido guilhotina e extirpada de uma França livre, igual e fraterna. Nesse meio termo, viveu a Revolução Francesa, o Período do Terror e o império de Napoleão Bonaparte. Foi preso em todos eles, pelos mais diversos motivos. Uma figura contraditória, que pregava a liberdade e a transgressão, mas, ao mesmo tempo, exaltava a monarquia e subjugava pessoas a realizar atos – pagando-as e forçando-as a isso – que, depois, foram chamados de sádicos, em sua homenagem.

O texto procurou passear por momentos marcantes da vida de Sade, numa grande fantasia sobre a biografia do marquês. Na encenação, o jogo cênico da metalinguagem do texto, onde atores se revezam em papéis distintos, é acentuado, com a presença constante de todos em cena.

A estética do espetáculo busca esse teatro mínimo, essencial, com poucos elementos se transformando em cena, desnudando a encenação de recursos excessivos e concentrando-se no trabalho do ator e sua relação com essa cena nua; proposta que vem se acentuando na pesquisa do Teatro NU.

Prêmios e seleções:

Prêmio Fapex de Teatro 2010
Prêmio Braskem de Teatro 2015 na categoria melhor texto

16° Anual Prêmio Cenym de melhor elenco

Ficha Técnica

Texto, direção e concepção geral: Gil Vicente Tavares
Elenco: Carlos Betão, Fafá Menezes, Marcelo Praddo, Márcia Andrade e Wanderley Meira
Diretora de produção: Fernanda Bezerra
Assistente de Produção: Geovana Côrtes
Assistência de direção e movimento: Bárbara Barbará
Cenografia e Luz: Eduardo Tudella
Operação de Luz: Ana Antar
Operação de som: Bárbara Barbará
Figurino: Rino Carvalho
Assistência de figurino - Anna Oliveira e Lucimaureen Agra
Maquiagem - Anna Oliveira
Assistência de maquiagem - Janaína Abdon e Lando Augusto
Costureira - Lucimaureen Agra
Costureira assistente - Maria Figueredo
Fotos cartaz e dibvulgação: Saulo Kainuma
Fotos do espetáculo: Carlos Barral
Registro Audiovisual: Olho de Vidro Produções
Programação Visual: Guto Chaves
Assessoria de Imprensa: Mônica Santana

Voltar

Cultura e Cidade

A Cidade do Futuro, o filme

Márcio C. Campos 24/04/2018

Várias cidades do futuro foram erguidas no mundo desde que a sensibilidade moderna se estabeleceu: da italiana e renascentista Palmanova, com sua complexa combinação matemática originando uma...

Odoyá, receba o nosso lixo!

Cláudio Marques 08/02/2018

  Por décadas, eu frequentei a festa dedicada à Iemanjá no Rio Vermelho. Desde 1986, acho, de forma ininterrupta. Eu sou diurno e sempre cheguei cedo, por volta das cinco horas da manhã. Sol...

Assine nossa newsletter